Melhores remisturas de 2011. TOP 30 [30-16]

Nos próximos dias, e como já havíamos prometido, vamos destacar o que de mais interessante se fez em 2011. Das remisturas aos álbums, sem esquecer os eps, temas e editoras, a Lyt vai escolher os melhores do ano. Começamos com as 30 melhores remisturas do ano que agora finda.


30. Cosmic Cowboys. Notre Jour Viendra (Lake People Remix). Musik Gewinnt Freunde.
O tema original dos venezianos Cosmic Cowboys está recheado de cordas apoteóticas e de teor muito mais pisteiro. A roupagem do projecto Lake People transporta-nos para um outro universo bem mais melancólico.


29. Holger Zilske. To Them To Me (Franklin de Costa Remix). Playhouse.
Franklin de Costa sempre teve o condão de produzir temas “catchy”. Esta remistura não é excepção. Este sintetizador vai-nos ficar na cabeça durante horas e horas…


28. Aérea Negrot. Miss You (Ricardo Villalobos Remix). BPitch Control.
Depois de algumas remisturas bastante discretas, Villalobos voltou novamente a acertar na mouche. A estética Villalobiana seca e crua de sempre assenta que nem uma luva na voz sincopada de Aerea Negrot.


27. Deadbeat. Cala’s House (Efdemin Remix). BLKRTZ.
Efdemin teve um 2010 em cheio, muito por culpa da edição de Chicago, um dos melhores discos com o qual contactámos nos últimos anos. Apesar de este ano ter editado menos, voltou a fazê-lo de forma inteligente e eficaz. Esta remistura para Deadbeat respira Efdemin por todos os poros, com a mecânica utilizada a fazer lembrar o seu Night Train,  presente no seu último LP.

 
26. Catz ‘N Dogz feat Nicholas Ryan Gant. Long Way (Tanner Ross Remix). Mothership
Sexy, Sexy, Sexy!


25. Shackleton. Fireworks (T++ Remix). Honest Jon’s.
Torsten Pröfrock tem editado pouco, mas quando o faz é pela certa. A meio caminho entre o dub e o techno, um trilho que ele tão bem conhece, Fireworks ganha, deste modo, uma ambiência mais crua.


24. M.A.N.D.Y vs Booka Shade. Home (Kollektiv Turmstrasse Remix). Get Physical Music.
Uma das melhores surpresas do final deste ano.  Se é certo que o tema original não deslumbra, o mesmo já não podemos afirmar da remistura dos Kollektiv Turmstrasse.


23. Francesco Tristano. Idiosyncrasia (Ben Klock Remix). Infiné.
Remisturar Idiosyncrasia pode parecer um tanto ingrato à partida, uma vez que o tema do luxemburguês Francesco Tristano é um portento, mas Ben Klock, sem se intimidar, mostra mais uma vez que é muito mais versátil do que muitos pensam.


22. Pawel. Kramnik (John Roberts Remix). Dial.
Elegância podia ser o nome do meio de John Roberts.


21. Sepalcure. Every Day Of My Life (Jimmy Edgar Remix). Hotflush Recordings.
A receita do original aplicada à função quatro-por-quatro.


20. Radiohead. Little By Little (Shed Remix). Ticker Tape Ltd.
Foram muitas as remisturas feitas para o King Of Limbs dos Radiohead e (quase) todas de qualidade superior. Mas a de Shed destaca-se das demais pela transformação e profundidade que atribui ao original.


19. Osunlade. Envision (Âme Remix). Innervisions.
É um dos temas mais galvanizantes e que mais rodou em todas as pistas deste mundo.


18. BNJMN. Nightvision (Andy Stott Remix). Stolen Kisses.
Quem diria que as coordenadas negras de Andy Stott encaixariam tão bem na luminosidade de BNJMN?!


17. Hiatus. Third (Max Cooper Remix). Last Night On Earth.
Max Cooper nem precisou de mexer muito no tema original. Bastou redigir-lhe a sua assinatura habitual para conferir (ainda) mais envolvência ao trabalho do britânico Hiatus.


16. Tommy Four Seven. Track 5 (Robert Hood Remix). CLR.
Fechamos esta primeira metade da tabela com um trabalho de um dos veteranos de Detroit que continua imune ao envelhecimento. Robert Hood sabe como fazer mexer uma pista como poucos e isso volta a ficar bem provado nesta remistura para TFS.

Ver Melhores remisturas de 2011. TOP 30 [15-1]

2 thoughts on “Melhores remisturas de 2011. TOP 30 [30-16]

  1. Pingback: Melhores remisturas de 2011. TOP 30 [15-1] | Lyt

  2. Pingback: Melhores temas de 2011. TOP 50 [50-41] | Lyt

Comments are closed.